Ouvido interno

Os dois órgãos sensoriais do ouvido interno: o vestíbulo e a cóclea

O ouvido interno agrupa 2 órgãos sensoriais distintos: o vestíbulo, órgão do equilíbrio e a cóclea, órgão da audição. Tendo a mesma origem embrionária estes dois órgãos partilham propriedades morfológicas e fisiológicas como o líquido endolinfático, as células ciliadas e as suas propriedades de transdução.

O esquema abaixo representa, em primeiro plano, o labirinto membranoso contendo endolinfa e rodeado de perilinfa; Em cima à esquerda: O labirinto ósseo.

Les deux organes sensoriels de l'oreille interne : le vestibule et la cochlée

1. Canal semicircular (csc) superior (anterior)
 2. Ampola (do csc superior)
 3. Ampola (csc lateral ou horizontal)
 4. Sáculo
 5. Canal coclear
 6. Helicotrema
 7. Canal sc lateral (horizontal)
 8. Canal sc posterior
 9. Ampola (canal posterior)
 10. Janela do vestíbulo (oval)
 11. Janela coclear (redonda)
 12. Rampa vestibular
 13. Rampa timpânica
 14. Utrículo

Esquema do ouvido interno humano

A cápsula óssea foi removida para permitir visualizar o vestíbulo (1), o VIII par craniano formado pela fusão dos ramos vestibular e coclear e a espira basal da cóclea com o canal coclear (3) onde se aloja o órgão espiral (de Corti). A restante cóclea (4) está coberta por osso que constitui a cápsula ótica.

L'oreille interne humaine -  Schéma in situ
Cochlée humaine (foetus de 5 mois)

Cóclea humana (5 meses de gestación)

A disseção da cápsula ótica óssea permite libertar o labirinto membranoso (2,5 espiras). As janelas coclear (redonda) e do vestíbulo (oval), que comunicam com o ouvido médio, estão indicadas com uma flecha branca e uma flecha azul, respectivamente.

M. Lavigne-Rebillard
 
 Escala : 0,5 cm

Para saber mais

Última atualização: 2016/19/09 10:30